Quando a Epic Games avançou com a sua loja de distribuição digital, no calor do sucesso de Fortnite, listou uma série de condições para valorizar os estúdios, que passariam a receber uma fatia maior de receitas em relação à, agora, rival loja Steam. No seu lançamento, a plataforma recebeu alguns exclusivos como Ashen, um RPG de ação indie, e Hades da SuperGiant Games, que escolheu a plataforma para o acesso antecipado do seu novo título.

A Ubisoft, que apesar de ter a sua própria loja digital, a UPlay, mantinha ligações ao Steam para um maior alcance dos seus lançamentos no PC. Mas o próximo título da editora gaulesa, The Division 2 será exclusivo também na Epic Store. Agora foi a vez da Deep Silver revelar que Metro: Exodus, o esperado shooter, e terceiro capítulo da trilogia inspirada na obra literária de Dmitry Glukhovsky, será também exclusivo no serviço, na sua versão PC.

A decisão foi uma surpresa, pela sua proximidade do lançamento, e por ter iniciado a campanha de pré-venda na plataforma da Valve, tendo sido agora retirado. A empresa afirma que os utilizadores que fizeram a encomenda no Steam irão receber o jogo, no seu lançamento no dia 14 de fevereiro, assim como futuros DLC, mas agora já não é possível adquiri-lo no serviço. Esta decisão não deixou a Valve satisfeita e na página do jogo colocou uma nota referindo como injusta para os clientes do Steam, sobretudo depois de uma longa campanha de pré-venda. A exclusividade, segundo é referido, é de um ano, e a partir de 14 de fevereiro de 2020 poderá ser colocado novamente no Steam ou qualquer outra loja digital.

A Epic Store foi igualmente escolhida para acolher os episódios finais de The Walking Dead da já defunta Telltale, e a versão PC de The Journey, a adaptação de um dos títulos indie mais bem-sucedidos, até agora exclusivo, da PS4.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.