As startups fundadas em 13 cidades europeias desde 2000 têm um valor de mercado atual de 350 mil milhões de euros, que cresceu três vezes e meia só nos últimos cinco anos. Cinquenta e quatro atingiram o estatuto de unicórnio (com uma valorização acima dos mil milhões de dólares) e integram hoje um ecossistema que assegura 300 mil empregos e que é o que mais cresce na capacidade de criar emprego.

Os dados constam de um estudo realizado pela Dealroom.co e avaliam o valor e o potencial da rede Scale. As Scale Cities são uma aliança de 13 cidades europeias (Startup Cities Alliance), que se têm destacado na promoção do empreendedorismo e que fixam os maiores casos de sucesso do empreendedorismo europeu. Decidiram unir esforços e criaram uma rede e potenciar valor, colaborando entre si. A Aliança quer fazer convergir esforços para reforçar a capacidade de atrair talento e investimento e assim competir mais e melhor com outros tech hubs a nível global. 

Os dados do estudo que ajuda a caraterizar este ecossistema de inovação distribuído mostram ainda que nos últimos anos as startups destes países angariaram 31,4 mil milhões de euros em capital de risco e que sete das 10 empresas de software europeias mais valiosas estão nas cidades da rede Scale. 

Portugal faz-se representar nesta rede com duas cidades - Porto e Lisboa. Na lista estão ainda Barcelona, Roma, Munique, Viena, Berlim, Hamburgo, Colónia, Antuérpia, Amesterdão, Estocolmo e Helsínquia. No mapa do ecossistema que acompanha o estudo, é possível identificar a evolução das dinâmicas de investimento (capital de risco) em cada uma das cidades.  

 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.