Fazendo uso da tecnologia fornecida pelo YouTube, o Vevo disponibiliza vídeos de música em alta definição e outros conteúdos originais, na sua maioria da autoria de artistas representados pelas editoras discográficas envolvidas no projeto.

O canal do Vevo, criado em 2009, é uma parceria entre a Sony Music Entertainment, Universal Music Group e a Abu Dhabi Media. Depois de a plataforma ter sido lançada, a EMI também licenciou o seu catálogo musical mas, ao contrário das outras empresas, não faz parte do grupo que detém o Vevo.

Em outubro do ano passado o Vevo era responsável por 42,46% do total de acessos do YouTube nos Estados Unidos, de acordo com o The Statistics Portal. Atualmente, conta com cerca de 286 mil milhões de visualizações e cerca de 621 mil subscritores na sua rede.

Com o rápido aumento da popularidade do canal, em 2012 foi criado o "Vevo Certified" para prestigiar os vídeos que ultrapassam os 100 milhões de visualizações. Ainda este mês, Rihanna ganhou o seu 22º certificado pelo videoclipe "Hard", lançado em 2010. Com isso, a musa dos Barbados é, de longe, a artista com mais certificados da história do canal.

[caption]VEVO YouTube[/caption]

Quebrando o recorde de Nicki Minaj em 2014, e o de Miley Cyrus no ano anterior, Taylor Swift é a atual detentora do título do vídeo mais visto em 24 horas na plataforma, com uns impressionantes 20,1 milhões de visualizações. O vídeo da música “Bad Blood” da cantora norte-americana estreou este domingo e já conta com mais de 30 milhões de visualizações. A cantora pop já detinha o recorde do vídeo que chegou em menos tempo às 500 milhões de visualizações: 94 dias com “Blank Space”.

A quebrar recordes desde o início

Com o videoclipe "Bad Romance", Lady Gaga tornou-se em 2010 na primeira artista a atingir as 180 milhões de visualizações, um número histórico para a época. No mesmo ano, Justin Bieber também alcançou número elevados de visualizações, tornando-se no primeiro artista a atingir a marca de mil milhões de visualizações no seu videoclipe de estreia, "Baby".

Embora Psy tenha atingido a incrível marca dos dois mil milhões de visualizações com o famoso “Gangnam Syle”, o sul-coreano não era registado como um artista do Vevo pois, de acordo com o The New York Times, a companhia discográfica da Coreia do Sul não teria um acordo com a plataforma. Quando finalmente conseguiu o contrato, já não atingiu números tão elevados.

A eterna princesa da pop, Britney Spears, é a única artista feminina a ter vídeos de décadas diferentes com esse certificado: o sucesso "Work Bitch" é de 2013, "Womanizer" é de 2008 e "Baby One More Time" é de 1998. Ao todo a artista possui nove vídeos que já passaram os 100 milhões de visualizações.

Embora ainda não seja um recorde consolidado, Katy Perry está prestes a tornar-se a primeira artista feminina a atingir mil milhões de visualizações no vídeo de "Dark Horse". Atualmente, o vídeo tem 963 milhões de visualizações e uma estimativa de 1,5 milhões de visualizações diárias.

Mas não são só os vídeos mais recentes que batem recordes. "Billie Jean", de Michael Jackson, é o videoclipe mais antigo a receber o certificado e "Girls Just Want to Have Fun", de Cyndi Lauper, é o videoclipe feminino, ambos foram lançados em 1983.

Com a velocidade com que os recordes são quebrados hoje em dia é muito provável que daqui a quatro anos, quando o Vevo completar a sua primeira década de existência, sejam outros os artistas aqui figurados. Mas ninguém pode retirar o mérito aos primeiros, afinal o ADN é para sempre e a Internet também.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.