A nova pulseira "escuta o corpo" através de biométricos e grava os dados na Cloud, o que permite a sua utilização em várias aplicações relacionadas com a área da saúde ou o desporto. A ideia é seguir todos os movimentos do utilizador, durante as várias atividades.

O aspecto é semelhante ao Gear Fit, pelo menos no modelo apresentado na conferência, mas tem muito mais sensores integrados, como se pode ver nas imagens partilhadas pela Samsung.

A Samsung tem vindo a investir nesta área com integração de tecnologia em smartphones, nos relógios inteligentes e também nos Gear Fit, mas a nova plataforma permite a evolução do conceito.

Ram Fish, vice presidente da Samsung para a área da saúde digital, mostrou o empenho da fabricante coreana na plataforma que admite ser "o futuro da saúde" e na qual quer envolver outras empresas.

Por isso a plataforma Samsung Architecture for Multimodal Interactions (SAMI) é totalmente aberto para quem quiser desenvolver novos acessórios ou aplicações, sendo disponibilizado o acesso às APIs.

A Simband é composta por duas partes: módulo de sensores e a pulseira com um ecrã. A Samsung fez questão de sublinhar este é apenas um protótipo e que os próximos aparelhos terão uma nova bateria, mais inteligente, permitindo carregamentos sem fios.

Veja abaixo um vídeo onde a Samsung partilha detalhes sobre a Simband.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.