O Connie assume as funções de concierge num hotel da cadeia norte-americana na Virgínia, a unidade que acolhe a primeira experiência do género. Por fora o Connie é um pequeno robot, com uma aparência completamente normal (para um robot), mas lá dentro está a tecnologia do supercomputador Watson e a informação da plataforma de viagens WayBlazer.

Graças a isso o robot está pronto para responder às questões mais frequentes dos clientes sobre o hotel e sobre a sua estadia. Também está preparado para ajudar os clientes a planearem um roteiro turístico, dando informações sobre locais de interesse perto do hotel ou restaurantes, por exemplo.

Todas as perguntas e respostas registadas pelo robot ficam disponíveis para análise, para que possam posteriormente ser estudadas e usadas para melhorar a experiência de atendimento. A IBM e o grupo Hilton fizeram um vídeo para fizeram um vídeo onde mostram o robot em ação e explicam os propósitos da experiência. 

A utilização de robots nas tarefas de atendimento ao cliente não é uma novidade, empresas como a Softbank no Japão já fizeram o mesmo. No final de março a operadora vai aliás abrir uma nova loja de telemóveis onde empregados humanos e unidades do seu robot Pepper vão partilhar lugares nos balcões de atendimento. O Pepper é maior e tem um aspeto diferente do Connie. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.