O videojogo DOOM tem quase 30 anos e é considerado um dos títulos mais influentes de sempre. Produzido pela iD Software, o jogo é praticamente o “pai dos FPS”, dos jogos de ação na primeira pessoa. E nunca foi esquecido. A produtora, agora como parte integral da Bethesda e Microsoft, continua a lançar novos capítulos da saga, elevando os padrões de qualidade da ação, ao mesmo tempo que demonstra o estado de arte do seu motor id Tech, utilizado internamente nos jogos dos estúdios.

Mas ao longo dos anos, DOOM tem sido funcionado como uma espécie de cobaia para os desafios tecnológicos lançados pela comunidade de programadores e entusiastas. Já se viu DOOM a correr num display de um micro-ondas ou mesmo num minúsculo ecrã de um teste de gravidez. O céu parece ser o limite para estas iniciativas. Mas agora não se trata de conseguir correr o jogo num determinado equipamento, mas sim, as formas originais como se controla a personagem neste título de ação.

Um programador mostrou na sua conta do Reddit um projeto em que utilizou um telefone de disco para controlar a ação. É certo que os controlos do DOOM original são atualmente arcaicos, sem suporte a rato e apenas jogado num plano horizontal. Basicamente é andar para a frente, trás e lados, mas jogar com o telefone adiciona um desafio extra, pois cada número discado corresponde a uma pequena ação.

Veja no vídeo como jogar DOOM com um antigo telefone de disco

Quando é necessário andar para a frente, terá de discar várias vezes o mesmo número, neste caso o 4, sendo o 3 para andar para a direita e o 1 para disparar. Obviamente, um dedo de cada vez para executar os movimentos necessários para mover a personagem e disparar contra os inimigos, procurando desviar-se dos mesmos. É realmente um teste á perícia, mas também à paciência, mas não deixa de ser um registo curioso e original. Até porque cada vez que se marca um número, há um pequeno tempo de espera até o telefone estar novamente recetivo ao próximo.

Greg Smith, o programador responsável pelo projeto, afirmou mesmo que a experiência era horrível e não recomendava, em tom de brincadeira. O programador começou por partilhar projetos em torno do telefone de disco no início do ano, baseados em Arduino, em que substituía os números do teclado pelos respetivos símbolos velho equipamento. A comunidade prontamente o desafio a jogar DOOM nesse sistema e o programador aceitou.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.