A versão RED do novo Mac Pro da Apple, rara no mundo e criada especialmente para um leilão de caridade, foi arrematada por 977 mil dólares, cerca de 717 mil euros, batendo todas as expectativas definidas para o equipamento. A casa Sotheby's estimava que o computador rendesse entre 40 a 60 mil dólares.

O Mac Pro RED é uma criação de Jonathan Ive, da Apple, e Marc Newson. Os dois designers também trabalharam juntos no desenho de uns auscultadores Earpods em ouro-rosa de 18 quilates, que renderam 461 mil dólares quando o máximo esperado era 25 mil.

A câmara Leica também concebida pelos dois criativos foi vendida por 1,8 milhões de dólares.

No total todos os produtos leiloados pela Sotheby's renderam perto de 13 milhões de dólares, dinheiro que vai para um fundo internacional que financia iniciativas que permitam combater a SIDA, a tuberculose e a malária.

Mas as "ligações tecnológicas" não se ficam por aqui. A Fundação Bill e Mellinda Gates, do fundador da Microsoft, tinha prometido igualar a quantia total angariada. O leilão acabou por render um total de 26 milhões de dólares.

Os novos Mac Pro começam a ser vendidos em dezembro.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.