O vídeo foi carregado pela Associated Press e recorre a imagens das câmaras do autocarro para mostrar o momento do acidente e a surpresa do condutor. Há ainda imagens dos danos causados.

O acidente aconteceu em fevereiro em Mountain View, na Califórnia, e pela primeira vez foi mesmo causado pelo carro autónomo da Google, que já garantiu que vai afinar o processo de decisão do protótipo. 

A frota de carros da Google já fez mais de três milhões de quilómetros em estradas públicas, com uma média de 16 a 24 mil quilómetros por semana, e embora já tenham sido reportados alguns acidentes, estes tinham sido causados por condutores humanos, dos outros veículos envolvidos. 

Um relatório da Google, divulgado no início deste ano, indicava que em cerca de dois anos – de setembro de 2014 a novembro de 2015 – e com um total de 682.000 quilómetros percorridos, os carros estiveram por 13 vezes "perto de ter um acidente", evitado graças à intervenção humana.

No acidente de fevereiro não foram registadas vítimas, apenas danos materiais, e a Google já assumiu a culpa, explicando que o sistema do carro calculou que o autocarro iria parar para o deixar passar, mas o condutor do autocarro pensou a mesma coisa. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.