Ao longo do ano que agora terminou o spam voltou a estar na ordem do dia e a ter um peso esmagador no tráfego de email gerado na Internet. Números da SpamStopsHere indicam que nos doze meses de 2007 95 por cento do tráfego de email era spam.



A empresa sublinha a aposta dos spammers em novas técnicas, onde se incluem a utilização de anexos com diferentes formatos como MP3, Zip, Excel, Word e PDF.



No que se refere aos worms com mais impacto, a empresa elege o Storm como código de maior impacto, já que conseguiu infectar 10 milhões de computadores. Também os esquemas de phishing atingiram níveis elevados, sobretudo aqueles que se dirigiram a algumas das principais plataformas de comércio electrónico a nível mundial, como o eBay.



Os especialistas concordam que o aumento expressivo dos níveis de spam no correio electrónico se transformou numa promissora oportunidade de negócio para os fabricantes de soluções anti-spam, cada vez mais indispensáveis para uma população utilizadora de Internet que também tem aumentado em ritmo acelerado.



Notícias Relacionadas:

2008-01-08 - Ameaças informáticas em Dezembro tiram partido das festas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.