Dores nas costas, problemas de visão, lesões relacionadas com o uso do rato. Estes são alguns dos riscos, já documentados, da utilização intensiva de computadores no longo prazo. Mas o número de lesões relacionadas com o uso de computadores está a aumentar rapidamente.



O número de ferimentos causados pelo uso doméstico de computadores multiplicou-se mais do que sete vezes, segundo um estudo do centro hospitalar pediátrico, da cidade de Colombo, EUA - que se dedica à pesquisa de acidentes e lesões infantis.



De acordo com o estudo, mais de 78 mil pessoas deram entrada em hospitais dos Estados Unidos com lesões causadas por tropeções, encontrões e quedas de equipamentos, entre 1994 e 2006. Cerca de 93 por cento dos ferimentos aconteceram dentro de casa. Os monitores são a principal causa de ferimentos graves.



Ao longo dos 13 anos de estudos, o número de ferimentos aumentou 732 por cento - o que corresponde a mais do dobro do crescimento na aquisição de computadores para uso doméstico no país.



As crianças com menos de cinco anos são o grupo etário mais afectado por este tipo de acidentes domésticos, principalmente devido a tropeções e quedas. Quase um terço dos acidentes ocorridos em 2002, por exemplo, envolveram crianças e adolescentes com idade inferior a 15 anos, apontou o estudo. Os idosos, a partir dos 60 anos, são outro grupo de risco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.