A Amazon acrescentou ontem um novo serviço à lista de ofertas com que tem procurado assegurar a liderança do mercado dos leitores de ebooks. Desta vez a novidade destina-se a captar utilizadores entre os estudantes.

Um serviço de aluguer de livros electrónicos para o Kindle, que permite aos estudantes acederem às obras de que precisam por um período de tempo limitado, ao invés de se verem obrigados a adquirir o ebook ("textbook") em causa, é a mais recente aposta.

Os livros académicos podem ser alugados por períodos mínimos de um mês, que podem depois ser prolongados mediante o pagamento de uma taxa por cada dia, explica a fabricante do Kindle, no comunicado que acompanha o lançamento.

Segundo a empresa, o aluguer permite poupar até 80 por cento daquele que seria o preço do livro na versão impressa e está disponível para as várias plataformas que actualmente suportam os serviços do Kindle - sejam elas o leitor dedicado, ou o software para PC, Mac e dispositivos móveis.

Para além dos custos associados, uma das vantagens apontadas é a possibilidade de fazer anotações e marcações nos ebooks alugados. Estes dados são guardados nos servidores da Amazon mesmo depois de "devolvidos" os livros. Desta forma os utilizadores podem ter continuar a ter acesso às suas anotações - ou mesmo voltar a usar as "marcas" deixadas nos livros caso voltem a alugá-los.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.