A AOL, empresa do grupo AOL Time Warner, anunciou ontem, quinta-feira, o lançamento do Netscape 7.0, apenas um dias após uma empresa de estudos de mercado ter anunciado que o browser apenas possui quatro por cento do mercado de navegadores na Web, tendo perdido tudo o resto para o Internet Explorer da Microsoft.



De forma a alterar este panorama, a empresa prepara-se para lançar ainda esta semana uma campanha de marketing destinada a recuperar os utilizadores e programadores do seu software e que irá passar sobretudo por acções alargadas de publicidade em todos os canais de media do grupo AOL Time Warner.



Contudo, a campanha não irá abranger os 34 milhões de assinantes da AOL, que utilizam um software-cliente proprietário baseado no Internet Explorer. A AOL possui em circulação uma versão de testes do seu cliente baseada no Gecko, o mesmo motor de rendering das páginas Web empregue no Netscape 6 e 7, embora ainda não tenha adiantado se as versões futuras do seu software irão utilizar o browser pioneiro, em troca do IE.



Quando a versão 6.0 do Netscape foi lançada em Abril de 2000, entre 60 a 70 por cento dos sites da Web eram 100 por cento compatíveis com o Gecko, situando-se actualmente esse valor nos 97 por cento. Contudo, alguns programadores afirmaram que isto poderá dever-se ao facto de o Gecko se ter tornado mais compatível com o IE, mediante a utilização de uma implementação semelhante do Document Object Model (DOM), por exemplo.



De acordo com a WebSideStory Inc, que elabora estatísticas de utilização dos browsers com base nos registos dos sites da Web. O IE detém actualmente uma quota de mercado de 96 por cento, comparado com os 87 por cento de há um ano atrás, ao passo que a fatia do Netscape diminuiu de 13 para quatro por cento durante o mesmo período. Contudo, a AOL acredita que a sua quota é ligeiramente superior.



O Netscape 7.0 inclui funcionalidades adicionais para aumentar a facilidade de utilização, como a navegação por tabs e uma função de pesquisa que utiliza por defeito o motor de pesquisa do Google na netscape.com. As funcionalidades de pesquisa no programa de correio electrónico também foram renovadas de modo a aumentar a rapidez. O cliente de email também passa a integrar capacidades de filtragem.



A AOL adoptou ainda uma estratégia semelhante à empregue pela RealNetworks para que o seu browser abra mais depressa do que o IE, tendo em conta que sendo este uma parte do Windows, inicia-se muito mais rapidamente do que as aplicações concorrentes. Assim, o Netscape 7.0 incorpora uma funcionalidade Quick Launch, em que o navegador da Web reside na memória do computador desde o início do Windows, o que torna a sua abertura muito mais rápida.


Notícias Relacionadas:

2002-05-22 - AOL disponibiliza versão de teste do novo Netscape e renova site da marca

2001-08-09 - AOL lança actualização do Netscape 6
2001-03-06 - Sites AOL Time Warner com navegador Netscape
2000-12-11 - Netscape 6 - Nem tudo o que luz é "Gold"
2000-04-04 - Netscape anuncia Navigator 6

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.