A Apple conseguiu resolver a contenda com a Fujitsu relativamente à utilização do nome escolhido para o seu primeiro tablet.

O termo "iPad" estava registado pela fabricante japonesa junto do Trademark Office desde 2003, mas o registo não era actualizado, como exigido, há algum tempo, o que levou o departamento norte-americano de patentes a declarar a marca "abandonada" em Abril de 2009.

Pouco tempo depois, a Apple terá requerido o nome, mas em Junho de 2009, a Fujitsu decidiu reaver a marca.

Segundo a imprensa internacional, a gigante da maçã terá obtido, finalmente o documento do U.S. Patent and Trademark Office que transfere a marca da Fujitsu para si.

À "boa nova" junta-se uma outra informação, veiculada pela Reuters, que dá conta de que o stock de iPad reservado às pré-encomendas terá esgotado, tal foi a procura.

O tablet, que será colocado à venda nos Estados Unidos no próximo sábado, podia ser reservado desde 12 de Março último, com data de entrega igualmente prometida para 3 de Abril.

Ao que tudo indica, apenas os clientes que fizeram o pedido no início do mês irão receber os dispositivos na data inicialmente prevista. Os autores das pré-encomendas mais recentes só poderão conhecer o seu iPad a partir de 12 de Abril.

Mas nem tudo são boas notícias. Contrariando as previsões de sucesso, o NPD Group apresenta um estudo onde mostra que o iPad poderá não vir a ser assim tão popular, quando mais de 66 por cento de 2.000 inquiridos respondeu que não pretende comprar o computador sem teclado da Apple.

Entre estes, mais de 60 por cento têm outros produtos da fabricante da maçã, mas nem por isso dão uma hipótese ao iPad. A maior parte considera o tablet demasiado caro.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.