A empresa inglesa ARM - fabricante de processadores RISC de 16 e 32 bits - anunciou esta semana, durante o Embedded Processor Forum, em San Jose, Califórnia, o lançamento da microarquitectura ARM11, que promete fazer com que os processadores dos dispositivos móveis ultrapassa a velocidade de relógio de 1 Gigahertz.



A ARM11 é a primeira microarquitectura a implementar o conjunto de instruções ARMv6 - anunciado em Outubro -, que inclui funcionalidades de melhoramento do desempenho multimédia e as extensões de processamento de média SIMD (Single Instruction Multiple Data), bem como a tecnologia de aceleração Jazelle para Java.



O objectivo da sua concepção foi ir de encontro aos requisitos dos processadores embebidos de aplicações, dos novos sistemas operativos para aparelhos sem fios e das capacidades multimédia, como codificação e descodificação de áudio e vídeo.



Os modelos de chips da ARM são licenciados por grande parte dos maiores fabricantes, incluindo a Intel e a Motorola, para equiparem telemóveis, PDAs e outros dispositivos portáteis de armazenamento de dados. Os computadores de bolso baseados no sistema operativo Pocket PC da Microsoft - alguns equipados com o chip Intel StrongARM de 200 MHz - e a consola portátil Game Boy Advance da Nintendo incorporam também processadores da empresa inglesa.



A Intel tem vindo, por si própria, a realizar alguns avanços em termos de desempenho com o processador XScale da ARM, que actualmente atinge velocidades até 400 MHz. A AEM11 irá permitir que a ARM disponibilize processadores mais rápidos para outras empresas licenciadas.



Na sua versão inicial, recorrendo a um processo de fabrico de 0,13 microns, a ARM11 irá fornecer velocidades de relógio entre 350 a 500 MHz na pior das hipóteses, situando-se o desempenho típico entre 533 e 750 MHz. Empregando um processo de fabrico de 0,10 microns, a arquitectura será capaz de ultrapassar 1 GHz.



De acordo com a empresa, a microarquitectura inclui ainda melhorias no aproveitamento da energia, desempenho em tempo real e gestão de memória. A ARM prevê disponibilizar às empresas licenciadas o primeiro processador baseado na ARM11 no quarto trimestre deste ano.


Notícias Relacionadas:

2001-07-31 - ARM e Intel estendem acordo de licenciamento

2001-07-24 - Palm estabelece novos acordos com fabricantes de processadores

2001-06-26 - ARM licencia tecnologia Java da Sun para os seus chips

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.