A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica - ASAE, promoveu na semana passada uma acção de fiscalização, denominada "CHIP II", a 22 empresas e entidades públicas.


Das visitas surpresa, efectuadas por mais de vinte brigadas da autoridade, resultaram a instauração de quatro processos crime por pirataria de software e foram apreendidos quatro servidores, 101 computadores e 388 programas ilícitos.


Manuel Cerqueira, presidente da Associação Portuguesa de Software afirma que esta fiscalização "demonstra um reforço evidente das acções de inspecção sobre empresas e entidades públicas por parte da ASAE, exactamente no sentido da parceria estabelecida pelas duas entidades" no início deste mês, refere em comunicado.


O acordo estabelecido no início de Setembro entre a ASSOFT, a ASAE e a Procuradoria-Geral da República tem como objectivo garantir ao Estado novos meios de combate à pirataria de programas de computador, por forma a consolidar as competências da ASAE no combate à utilização de software ilegal.

Notícias Relacionadas:

2006-09-13 - Acordo contra pirataria junta ASSOFT à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica

2006-03-08 - Acções anti-pirataria aumentam 50% em Portugal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.