A Sun vai anunciar hoje na sua conferência anual de programadores JavaOne - que decorre até ao dia 29 de Março -, uma série de alterações no Java Community Process (JCP) que irão permitir que versões futuras da tecnologia Java para servidores, PCs e dispositivos móveis possam integrar APIs (Application Program Interfaces) desenvolvidos pela comunidade de software open-source, informou a ComputerWire.



Segundo esta publicação online, a empresa afirmou que iria modificar o JCP de modo a que os programadores de software livre possam submeter APIs para serem incluídos em especificações Java. A aprovação destas especificações significa que estes APIs poderão ser implementados em produtos fabricados por empresas com licença de utilização da tecnologia



Em simultâneo, a Sun pretende mover alguns dos seus serviços Web do tipo JSR - Java Specification Requests, ou descrições de especificações propostas para a plataforma Java antes de se transformarem em versões finais, altura em que são transferidos para o JCP - para uma licença open-source. De acordo com a ComputerWire, a companhia não revelou quais JSRs vão ser abertos, mas afirmou que eventualmente todos serão transferidos para este tipo de licença.



Recentemente, a Sun tinha vindo a ser questionada em relação aos seus planos de tornar open-source a linguagem proprietária Java. A companhia espera que os programadores open-source submetam APIs inovadores que possam potencialmente ser incluídos em especificações Java completas.



Num esforço para encorajar ainda mais a participação desta comunidade, a Sun vai disponibilizar ferramentas de teste e apoio financeiro a organizações não-lucrativas seleccionadas. Contudo, prevê-se que a empresa exclua de futuras versões da especificação empresarial Java os APIs desenvolvidos com base nas licenças open-source que considera letais.



É o caso da General Public License (GPL) de Richard Stallman. Esta licença pode obrigar a que a companhia abra o seu produto ao escrutínio da comunidade, perdendo desta forma vantagem comercial. A companhia considera que um tipo de licença open-source favorável seja a do software servidor Apache, desenvolvida pela fundação com o mesmo nome que apoiou a Sun nos seus planos de abrir o processo JCP.



Contudo, a empresa de Scott McNealy irá manter o seu poder de veto sobre todas as especificações Java e, com o apoio de ferramentas de teste, irá continuar os seus esforços no sentido de impedir a fragmentação de especificações, provocada pela abertura do JCP aos elementos da comunidade open-source.


Notícias Relacionadas:

2002-03-25 - Motorola apresenta telefone com ecrã a cores baseado na tecnologia Java

2001-11-05 - IBM coloca em domínio público software no valor de 40 milhões de dólares

2001-02-16 - Sun Microsystems apresenta tecnologia "peer-to-peer"

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.