A União Europeia aprovou a implementação de um novo sistema de reconhecimento de cartões de identificação que suporta versões digitais. Isto significa que, doravante, as versões virtuais da sua carta de condução, cartão de cidadão ou cartão de multibanco, passarão a ser funcionais em qualquer um dos Estados-membro.

Alemanha, Itália, Luxemburgo e Espanha já finalizaram o processo de adaptação ao sistema. Croácia e Estónia estão a terminar, ao passo que Bélgica, Reino Unido e Portugal estão ainda a dar os primeiros passos.

A medida visa reduzir a burocracia e a "papelada" necessária para a concretização de tarefas essenciais aos cidadãos europeus em mobilidade. A ideia é facilitar a inscrição em universidades, a abertura de contas bancárias e outras tarefas semelhantes. Num futuro próximo, este sistema vai também permitir a abertura de contas sem a presença física do titular, embora a Comissão Europeia esteja ainda a trabalhar num sistema para a prevenção de situações abusivas, como é o caso das lavagens de dinheiro.

No entanto, este sistema poderá ter outras aplicações futuras, como a identificação de internautas online.

Ainda poderá demorar alguns anos até que todos os países da UE estejam prontos a operar em concordância com este novo sistema, mas calcula-se que a sua utilização poderá ajudar a poupar até 11 mil milhões de euros por ano às empresas europeias.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.