O Facebook está recorrer à Inteligência Artificial para criar os mapas de densidade populacional mais detalhados do mundo. A empresa de Mark Zuckerberg revelou no seu blog oficial que o projeto deu os primeiros passos em 2016, tendo como objetivo mapear a quase totalidade da população mundial.

O processo realizado pelo Facebook consiste no cruzamento de imagens de satélite de alta resolução com os dados do censo demográfico de cada região. A tarefa é desempenhada por algoritmos de IA, que conseguem identificar edificios presentes no mapa de forma mais rápida do que os humanos.

O Facebook refere que os atuais sistemas de machine learning são mais eficientes e precisos que os utilizados em 2016. Na altura, a empresa americana mapeou 22 países, estando agora empenhada em cobrir a maior parte do continente africano. O trabalho conta com a colaboração de investigadores do Centro para a Rede Internacional de Informações sobre Ciências da Terra, da Universidade de Columbia.

Na publicação oficial, o Facebook afirma que “avaliações rigorosas, tanto no terreno como através de imagens de satélite de alta resolução, confirmaram a precisão sem precedentes do nosso lançamento inicial”, acrescentando que a esses excelentes resultados foram ainda feitas “melhorias significativas ao longo destes dois anos”.

De acordo com o Facebook, os mapas estarão disponíveis gratuitamente nos próximos meses, podendo ser utilizados para fins humanitários ou comerciais. Na vertente humanitária, a empresa destaca a potencial utilização em casos de desastres ou no âmbito de campanhas de vacinação, salientando que os dados já foram usados para esses propósitos pela Cruz Vermelha.

Do ponto de vista comercial, recordamos que o projeto tinha sido anunciado em 2016 com o objetivo de “conectar os desconectados” e não para fins humanitários. A finalidade seria fazer chegar a internet a mais pessoas e por conseguinte ao Facebook. A rede social pretende atingir o maior número possível de utilizadores, logo a obtenção do conhecimento exato da localização das populações será um importante contributo para esse objetivo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.