A Microsoft está a trabalhar numa correcção para a falha detectada no seu software de gestão de direitos digitais.



A confirmação surge depois da divulgação na imprensa da existência de um programa, acessível de forma gratuita, que remove a protecção dos ficheiros de media que usam as versões 10 e 11 do Windows Media DRM.



"A Microsoft há muito que reconhece que nenhum sistema DRM é incontornável, uma posição que os nossos parceiros de negócio partilham. É aliás por isso que o concebemos de forma a ser renovado, assim se acontecer algum problema pode ser actualizado por forma a endereça-lo", refere uma declaração.



O programa, que se designa FairUse4WM, surgiu no site Doom9.org sob o titulo "Permitir um Uso Justo dos Direitos Media Adquiridos".



Com este programa qualquer utilizador de serviços de música pagos pode passar a usar os conteúdos sem as restrições impostas, ao nível do número de vezes que o conteúdo pode ser reproduzido, por exemplo.


A tecnologia DRM limita a utilização de conteúdos protegidos por directos de autor e é uma das apostas fortes da Microsoft na área da música, já que a empresa mostra cada vez mais a sua intenção de estar presente em todos os elos da cadeia de valor neste mercado.



É disso prova o anúncio de um serviço concorrente ao iTunes e as múltiplas parcerias com empresas de conteúdos digitais para fornecimento do software.



Notícias Relacionadas:

2006-08-18 - Microsoft relança boletim de segurança disponibilizado na semana passada

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.