O sistema estará em “fase de preparação avançada” e deverá estar concluído ainda este ano. Vai dispensar a prática de atos manuais na “execução de decisões judiciais favoráveis ao contribuinte”, adiantou ao Diário Económico a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais.

O diário dava conta na edição da última quarta-feira de largos atrasos no pagamento aos contribuintes dos juros associados aos processos fiscais ganhos pelos contribuintes.

Quando perde os processos o fisco tem de devolver os impostos cobrados indevidamente aos contribuintes e pagar os respetivos juros moratórios e indemnizatórios.

Fiscalistas ouvidos pelo jornal indicam que o Estado chega a demorar um ano para cumprir esta obrigação. A mesma fonte adianta que em alguns casos os serviços do fisco nunca chegam a pagar os juros associados a cada processo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.