Os computadores Chromebook da Google estão disponíveis em seis novos mercados e ficou prometida a estreia em mais três países para breve: Espanha, Itália e Bélgica. Em nenhuma das vagas Portugal está incluído. O TeK já questionou a Google sobre os planos para os Chromebook no mercado nacional, mas ainda não obteve resposta.



Nova Zelândia, Filipinas, Noruega, Dinamarca, México e Chile são os países que agora vão ter acesso aos computadores equipados com o Chrome OS, o sistema operativo que funciona à base de serviços online.



Não sendo considerados suprassumos quando comparados com outros computadores – à exceção do Chromebook Pixel -, também pela falta de aplicações de produtividade de alto perfil, os Chromebook são no entanto bastante populares em segmentos como a educação.



A favor dos equipamentos joga o preço reduzido, sendo que alguns modelos custam perto de 250 euros. Estima-se que só em 2013 a tecnológica de Mountain View tenha vendido 2,1 milhões de computadores com Chrome OS. O alegado sucesso também é comprovado pela aposta em segundas versões de equipamentos por parte de algumas tecnológicas.



Atualmente a Google já reúne uma grande fileira de fabricantes parceiros: Samsung, Asus, Acer, HP, Toshiba, LG, Lenovo e Dell, os nomes maiores da produção de computadores a nível mundial.



Nota de redação: corrigida uma referência à Google por indicação de um leitor


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.