Amanhã será o último jogo entre o campeão mundial de Go, Lee Se-dol, e o sistema de inteligência artificial AlphaGo da divisão Google DeepMind. A máquina já assegurou a vitória no sábado depois de ter vencido três dos cinco jogos agendados. Mas o sul-coreano de 33 anos mostrou que a computação ainda não é soberana e conseguiu uma vitória ao quarto round.

O fundador do projeto DeepMind, Demis Hassabis, partilhou que o sistema AlphaGo comenteu um erro à 79ª jogada e que só tomaria ‘consciência’ dessa decisão passados oito movimentos. Um erro que lhe saiu caro perante o melhor jogador de Go do mundo, 18 vezes campeão mundial.

Lee Se-dol também já disse que nunca tinha sido tão congratulado por ter vencido um jogo como o que ganhou contra o sistema da tecnológica norte-americana.

Este é o desafio Máquina VS Homem que tem dominado a atenção mediática, mas a verdade é que os humanos já acumulam derrotas simbólicas contra sistemas de inteligência artificial desde 1956.

O feito foi concretizado pelo computador MANIAC, o primeiro do mundo a derrotar um humano num jogo ao estilo do xadrez. Foram depois necessários muitos anos de desenvolvimento até que surgisse o Deep Thought, o primeiro computador do mundo a derrotar um Grande Mestre do xadrez, Bent Larsen, num torneio.

Estavam assim abertas as portas para o Deep Blue e para um dos maiores feitos na história da inteligência artificial: os jogos e as vitórias contra Gary Kasparov, tido como o melhor jogador de xadrez da época. Mas há mais episódios para relembrar.

O TeK reúne na seguinte galeria alguns dos momentos em que as máquinas superaram os humanos em jogos de tabuleiro e desafio mental:

Apesar dos avanços registados nos sistemas de inteligência artificial, um estudo feito em 2015 indicava que as ferramentas de AI mais desenvolvidas até à data apenas tinham um nível de inteligência semelhante ao de uma criança de quatro anos.

Enquanto as máquinas vão dando provas de conhecimento, aprendizagem e até criatividade, começaram a surgir em paralelo vários grupos preocupados com o futuro da inteligência artificial.
Os fundadores das empresas Tesla, PayPal, LinkedIn e YCombinator criaram a OpenAI, uma nova organização que pretende assegurar o correto desenvolvimento dos sistemas de inteligência artificial. Na prática querem assegurar que as máquinas estão do nosso lado a trabalhar a favor da humanidade e nunca contra.

Será este um caminho que podemos assegurar ou estaremos a caminhar para um duelo de maiores proporções?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.