O mais recente servidor da IBM
vai utilizar o sistema operativo open-source Linux. A gigante da
informática vai dar início na próxima semana à comercialização de uma nova
versão especial do seu servidor p630 da linha eServer pSeries que irá correr o Linux em
processadores Power4 da IBM. Esta é a primeira vez em que a IBM
disponibiliza o Linux num servidor Power juntamente com servidores que
tradicionalmente correm o AIX, a sua versão proprietária do Unix.

Apesar da companhia admitir que o principal ambiente do Linux irá permanecer a
curto prazo nos servidores de gama de entrada que empregam chips da Intel, a IBM espera que possa
impulsionar a adopção do sistema operativo open-source ao combinar a
plataforma com os seus chips de topo de gama e com um desempenho
bastante eficiente.

O Linux tornou-se uma opção popular para os utilizadores que correm servidores
Web ou de email em hardware barato baseado em processadores da Intel.
Contudo, a IBM pretende alargar a utilização do Linux a software
empresarial complexo ao combiná-lo com chips Power4 normalmente
incorporados em servidores no valor de milhões de dólares. A empresa já tomou
alguns passos nessa direcção ao tornar possível correr partições Linux em
cima do AIX nos seus servidores RISC.

Reconhecendo que ainda falta realizar uma grande quantidade de trabalho antes
do Linux desafiar o AIX como um substituto em data centers. a
companhia acredita, no entanto, que esta versão do p630 irá atrair os
clientes que tencionam tornar os servidores Linux numa grande parte da sua
infra-estrutura futura. A IBM espera que os primeiros a adoptar o Linux p630
sejam as produtoras de software e os revendedores que possam começara
a adaptar o sistema para os utilizadores finais. Algumas aplicações da
companhia, como a base de dados DB2 e o
software WebSphere, foram adaptadas para correrem no novo servidor.

Baseada na edição de 64 bits da distribuição da SuSE, a versão Linux do p630 irá custar 15.477 dólares com
um processador Power4 de 1 GHz, duas drives de discos rígidos de 36 GB
e 2 GB de memória. Em comparação, o mesmo servidor mas com o AIX instalado
custa 16.977 dólares. O p630 pode aguentar até quatro processadores Power4,
mas a IBM planeia lançar um servidor pSeries Linux com oito processadores no
próximo ano, pretendendo posteriormente lançar sistemas de um ou dois
processadores e eventualmente um servidor de 16 processadores.

Notícias Relacionadas:
2002-10-24 - IBM
revela protótipo de servidor blade equipado com processador
Power

2002-03-28 - IBM e
SuSE Linux formam aliança e apostam no Linux empresarial

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.