O novo membro da família iMac é pequeno, branco e integra processadores G5. As duas polegadas de profundidade do monitor conferem-lhe o título de desktop mais fino do mundo, segundo garantiu hoje Phil Schiller, director de marketing da Apple, durante a apresentação do produto, no primeiro dia da Apple Expo, em Paris.



Além do salto em termos de rendimento com a introdução dos processadores G5, o novo iMac diferencia-se por ter no monitor LCD, disponível em configurações de 17 e 20 polegadas, o seu único elemento visível. A placa mãe, o disco rígido, a unidade óptica, a placa gráfica, interfaces de ligação e demais circuitos estão incluídos nos monitores de duas polegadas de profundidade, por sua vez sustentados por um apoio de alumínio que permite regular a inclinação destes entre os cinco os 20 graus.



A parte posterior do painel está encarregada de albergar, numa disposição vertical, as diferentes portas de ligação e expansão: entrada e saída de som (analógico e digital), ligação mini-VGA, três portas USB 2.0, duas portas FireWire 400, uma porta RJ11 para o modem V.92 e uma porta RJ-45 para a ligação Ethernet. Opcionalmente é possível instalar um cartão AirPort Extreme para dotar os iMac G5 de ligação sem fios 802.11g, assim como um módulo de conexão Bluetooth.



No mercado a partir de meados de Setembro, o preço dos novos iMac variará entre os 1.399 euros para a configuração base - que inclui processador PowerPC G5 a 1,6 GHz, bus frontal a 533 MHz, ecrã de 17 polegadas, 256 MB de memória, 80 GB de disco e unidade Combo - e os 2.059 euros para a topo de gama - com o ecrã de 20 polegadas, processador com uma velocidade de relógio de 1,8 GHz, bus frontal a 600 MHz, 256 MB de RAM, 160 GB de disco e unidade SuperDrive. No conjunto incluem-se o teclado e o rato sem fios.



Com um design assinado pela equipa que desenvolveu os populares leitores de música iPod da fabricante, os iMac G5 serão lançados com uma nova versão do Mac OS X, com o nome de código "Tigre" onde surgem 150 novas aplicações, entre elas uma função de busca baptizada de "Spotlight", que permitirá a pesquisa rápida de documentos no disco rígido.



A função de pesquisa inteligente da Apple surgirá assim antes da da sua rival Microsoft que ainda ontem anunciou que a futura versão do seu sistema operativo Windows, previsto para o segundo semestre de 2006, será inicialmente privado de tal característica.



Notícias Relacionadas:

2004-08-30 - Longhorn cumpre objectivos de data de lançamento mas perde funcionalidades

2004-07-08 - Apple adia lançamento de novos iMac quando já havia suspendido encomendas de modelos actuais

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.