A Infineon Technologies está a ponderar a venda da totalidade da participação que detém na Qimonda AG, uma subsidiária que produz chips de memória, cujo desempenho financeiro tem afectado as contas do grupo tecnológico alemão.




Em declarações recentes à imprensa local, Peter Bauer, administrador delegado da Infineon, admitiu a venda, parcial ou total, dos cerca de 77,5% do capital social que mantém na Qimonda, empresa criada por si própria com o objectivo de absorver a produção e investigação de memórias DRAM da empresa-mãe.




A Infineon encerrou o trimestre até Junho com um prejuízo líquido de 592 milhões de euros, que segundo a empresa alemã reflecte o baixo desempenho da Qimonda e uma depreciação adicional no valor da participação naquela empresa.




A Qimonda possui um centro de investigação e produção em Portugal, bem como diversos protocolos com estabelecimentos de ensino superior portugueses, onde se incluem a Universidade Nova de Lisboa, a Universidade de Aveiro e a Universidade do Minho.




Notícias Relacionadas:


2008-05-06 - Exportações nacionais de tecnologia superam importações em 2007


2008-01-16 - Qimonda formaliza ligação a instituições de ensino superior

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.