A Intel anunciou novos pormenores da sua Intel Mobile Initiative, através da qual irá desenvolver uma plataforma de notebooks dirigida aos estudantes universitários daquele país.



Com o nome de código Tanggula, a plataforma estará disponível na segunda metade deste ano e pretende obedecer a critérios de "estilo e leveza", mantendo-se a um "nível de preços acessível a pais e alunos", detalha um comunicado que posiciona a plataforma na gama de entrada do mercado.



De acordo com o mesmo documento, a Tanggula aposta nas funcionalidades de segurança, capacidade wireless e som e imagem de alta qualidade para facilitar iniciativas de educação interactiva e entretenimento multimédia.



No mesmo dia a empresa anunciou que o Neusoft Institute of Information adoptou a plataforma Intel Centrino, que passa a ser usada por todos os seus alunos (cerca de oito mil), no âmbito do mesmo programa.



O programa Intel Mobile Initiative for Learning in Education foi lançado no ano passado como o objectivo de acelerar e expandir a utilização de tecnologias wireless na comunidade académica dos países da Ásia-Pacífico. Estão envolvidas na iniciativa 300 universidades, das quais pelo menos 100 se localizam na China.



Notícias Relacionadas:

2004-11-24 - Intel distribui kit para facilitar instalação do Linux a fabricantes asiáticos

2003-09-17 - Intel poderá alargar mercado com chips mais baratos para mercados em desenvolvimento

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.