Aproveitando o ciclo de conferências Intel Developer Forum, que decorreu de 18 a 21 de Fevereiro em San Jose, na Califórnia, a
fabricante de semicondutores Intel anunciou que irá lançar o processador Prescott para
desktops ainda este ano, seguindo-se em 2004 um sucessor com o nome de
código Tejas, bem como uma série de outros produtos com vista a tornar o
comum PC mais atractivo.

O Prescott irá basear-se na mesma arquitectura básica NetBurst do Pentium 4,
mas virá com uma série de melhorias. O chip incluirá 1 MB de memória cache, isto é, duas vezes mais do que os actuais Pentium 4, e 13 novas instruções - comandos informáticos para lidar com tarefas específicas como processamento multimédia.

Este semicondutor, demonstrado no Intel Developer Forum através de um
concept PC com dois monitores identificado com o nome de código Marble Falls, virá também com uma versão aperfeiçoada da tecnologia de hyperthreading introduzida no final do ano passado no
Pentium 4, e com 800 MHz de bus - caminho de dados entre o processador e os componentes periféricos externos. Os actuais Pentium 4 vêm com um bus de 533 MHz, uma velocidade que será dentro em breve acelerada para os 800 MHz.

O chip Tejas, que será lançado um ano depois, irá acrescentar mais melhorias ao Prescott, esperando-se que apareça inicialmente num PC provisoriamente designado de Powersville, que irá conter interligações PCI
express.

A tecnologia Granite Peak será outro dos lançamentos que irá marcar a estratégia da companhia para 2003, permitindo que os gestores empresariais de tecnologia de informação adquiram novos PCs sem terem que se preocupar com os dispendiosos testes intensivos às novas máquinas com o software
da companhia.

Esta tecnologia irá assegurar que a imagem dos programas - software
copiado para os computadores da empresa - não tenha que ser alterado durante
seis trimestres, apesar da velocidade de relógio do processador aumentar.
Actualmente, os gestores de TIs apenas compram máquinas de há um ano atrás para evitar alterar a imagem do software.

A Granite Peak irá também pemitir que o software alojado em
notebooks e desktops se assemelhe, reduzindo ainda mais os problemas de compatibilidade. No ano seguinte, a Intel irá então introduzir a
Azalia, uma nova tecnologia de áudio que irá melhorar a capacidade de
reconhecimento de voz e a qualidade das chamadas telefónicas de voz sobre IP
(VoIP).

Outro produto demonstrado no Intel Developer Forum foi o Newport, um
computador portátil que será semelhante a outros notebooks que deverão surgir em 2004. Este sistema vem como um pequeno ecrã no exterior do computador que permite que o utilizador consulte email ou envie
mensagens.

Notícias Relacionadas:
2002-08-14 - Intel
divulga novo processo de fabrico de chips de 90 nanometros

2002-05-28 - Intel
Developer Forum de Munique debate aplicação de Lei de Moore às
comunicações

2002-04-22 - Intel
revela novo software para redes domésticas e criação de aplicações
avançadas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.