Apresentado pela Intel em meados do ano passado, o processador de media CE 3100 é o mote para o trabalho conjunto que a Intel tem vindo a desenvolver com a Adobe. As empresas querem levar para a nova plataforma a tecnologia Flash de forma optimizada. O objectivo é garantir que o utilizador pode usar um número cada vez mais diversificado de ecrãs para aceder a conteúdos naquele formato. A prioridade do trabalho que tem unido as empresas passa pelos canais audiovisuais e pela melhoria do suporte para conteúdos flash na ligação a set-top-boxes, televisões digitais e dispositivos audiovisuais.

As empresas anunciaram que em processo de optimização para o CE 3100 estão o Flash Player e o Flash Lite. Os primeiros processadores com suporte melhorado para as tecnologias da Adobe começam a ser vendidos na primeira metade de 2009.

O CE 3100 é um sistema que integra um processador Pentium M de 800 MHz com circuitos gráficos e de vídeo.

“O nosso esforço com a Adobe vai dar aos consumidores acesso a um número crescente de aplicações que poderão ser acedidas através de um leque cada vez mais variado de ecrãs. Desde o ecrã do PC, o ecrã do telemóvel e agora também o ecrã de TV”, detalha William Leszinske, director-geral do Digital Home Group da Intel, citado pela imprensa internacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.