Foram hoje apresentados os três novos processadores Intel para a tecnologia Centrino, os Pentium M, que trazem maior velocidade de relógio, melhorias na micro-arquitectura e mais cache on-die para melhorar o desempenho dos computadores portáteis. Conhecidos pelo nome de código Dotham, os novos Pentium M inauguram na linha de chips para portáteis a tecnologia de fabrico de 90 nanómetros e os novos nomes de processadores, independentes da velocidade de relógio.



Baptizados com a designação Pentium M 735, 745 e 755, os novos processadores funcionam em velocidades de relógio entre 1,7 e 2 GHz e contam com memória cache L2 de 2 MBytes. A Intel garante em comunicado que estes chips melhoram o desempenho das arquitecturas Centrino em 17 por cento, relativamente à anterior geração de chips Pentium M, assegurando ainda compatibilidade com os processadores anteriores.



Em conjugação com os chipsets 855 e a família de controladores de comunicações de rede Pro/Wireless+, a plataforma Centrino pretende garantir aos utilizadores uma melhor experiência móvel, quer em termos de trabalho e entretenimento, quer em comunicação através de tecnologia sem fios, naquilo que a Intel tem vindo a promover sob o mote "estilo de vida wireless".



Ainda este ano, provavelmente no terceiro trimestre de 2004, a Intel deve lançar um novo chipset para Pentium M, que actualmente é conhecido pelo nome de código Alviso, com um bus frontal de 533 MHz, áudio de alta definição, o acelerador gráfico Extreme Graphics 3, PCI Express e Serial ATA. Este irá substituir o chipset 855 e tirar partido de um novo Pentium M com um bus mais rápido e uma nova componente wireless, conhecida como Calexico 2. Mas estes upgrades poderão ter de esperar pela nova versão da plataforma Centrino, conhecida como Sonoma, e que está prevista para o Outono.



A Intel espera que comecem a ser oferecidos equipamentos com os novos processadores desde já no mercado, estando já a disponibilizar aos distribuidores autorizados e integradores versões "box" dos novos processadores Pentium M. Actualmente existem mais de 130 modelos de portáteis baseados na plataforma Centrino.

Notícias Relacionadas:

2004-03-23 - Processadores da Intel recebem novas designações perdendo referência à velocidade
2004-01-15 - Intel atrasa comercialização do Pentium M

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.