Em Portugal todos os anos são identificados 4.500 novos casos de cancro da mama e 4.000 novos casos de cancro da próstata. O ExpertBayes, desenvolvido por investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), vai contribuir para dar mais precisão à avaliação de risco, sempre que é feita uma biopsia. Integra conhecimento médico, com técnicas de Machine Learning em modelos gráficos, para reduzir erros de amostragem da biópsia, explica o instituto numa nota de imprensa.  

Na mesma nota, o INESC TEC detalha que o software está preparado para trabalhar também com outro tipo de dados. Não está limitado às doenças cancerígenas, mas na aplicação a esta área está a tirar partido de informação recolhida pelo Departamento de Estatística da Carnegie Mellon University (CMU), na área do cancro da próstata e de dados cedidos por Elizabeth Burnside, especialista em cancro da mama no hospital da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos.

Ao longo de dois anos o sistema apoiou o rastreio de 737 pacientes: 496 para cancro da próstata e 348 para cancro da mama. “A aceitação por parte dos profissionais de saúde foi muito positiva, uma vez que, em caso de dúvidas, ao fazer o diagnóstico, o ExpertBayes ajuda-os a tomar a melhor decisão”, assegura Ezilda Almeida, uma das investigadoras responsáveis pela tecnologia, que será agora comercializada pela NLPC.

Esta quarta-feira assinala-se o Dia Mundial da Pesquisa do Cancro.

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.