Equipamentos da Apple com conectividade 3G, como o iPhone e iPad, estarão a registar, sem conhecimento ou autorização dos proprietários, a localização geográfica de quem os utiliza. O alerta partiu de dois especialistas que criaram uma aplicação para mostrar aos utilizadores os dados que estão a ser recolhidos pelos telefones.

O assunto tem feito correr linhas de tinta na imprensa especializada nos últimos dias, por levantar preocupações com relação à salvaguarda da privacidade de quem usa os dispositivos - e os leva consigo para onde quer que vá.

Segundo a informação disponibilizada, os dispositivos, com conectividade 3G e versões 4 ou posteriores do iOS, armazenam num ficheiro as coordenadas geográficas dos locais por onde se passa, bem como um número que indica o momento em que estas foram captadas.

De cada vez que os telefones e tablets são ligados ao computador e sincronizados com o iTunes, o ficheiro é copiado, ficando disponível também nesse suporte. Um dos problemas prende-se com o facto de os dados serem guardados no computador num formato fácil de ler, que qualquer outro programa ou utilizador com acesso à máquina podem ver.

A equipa que desenvolveu a aplicação - composta por um engenheiro de software (ex-funcionário da Apple) e um astrónomo que escreveu dois livros técnicos sobre o iPhone - afirma, no entanto, que o acesso ao ficheiro exige alguns conhecimentos técnicos, pelo que não estará ao alcance de todos os utilizadores.

Os especialistas especulam sobre a possibilidade de o ficheiro se destinar a uma funcionalidade a lançar pela Apple, mas a empresa ainda não fez comentários sobre o caso.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.