A J.D. Edwards e a IBM anunciaram hoje o lançamento de uma solução conjunta de gestão de eBusiness onde se inclui software da primeira e infra-estrutura da segunda.



Caberá assim à J.D. Edwards fornecer a sua família de produtos J.D. Edwards 5 com aplicações verticais para cada um dos sectores a que a solução se dirige, a saber consumo, distribuição, indústria, serviços, financeiro, arquitectura e engenharia, construção e imobiliário, onde se inclui sistemas ERP para a gestão interna, CRM, para a gestão de relacionamento com os clientes e SMC para a gestão da cadeia de aprovisionamento.



Segundo Caridad Mendéz, directora de canal e desenvolvimento de negócio da J.D. Edwards, a solução de gestão de eBusiness apresentada está apta a responder a cada um dos sectores a que se dirige. "A solução tem configurações distintas que permitem que os clientes a adaptem ao seu negócio e às diferentes fases de desenvolvimento do mesmo", assegurou a responsável da J.D. Edwards.



A IBM contribuirá com a sua família de servidores eServer, para além da bases de dados DB2 UDB.



A solução apresentada pelas duas empresas, além de aberta e escalável, integra ainda serviços de implementação fornecidos por um parceiro J.D. Edwards, a Do It, e financiamento a todas as áreas da solução, proporcionado pela IBM Global Financing.



Dirigida essencialmente a empresas com mais de 20 postos de trabalho activos cujo turn over anual se situe acima dos 20 milhões de euros por ano, a solução será comercializada em sistema de leasing por cinco anos, a um custo médio de 5.000 euros por mês. Isto numa solução base onde se inclui, então, o software, o hardware, os serviços de implementação e os de manutenção.



Dos oito sectores nacionais a que se dirige, Caridad Mendéz prevê que a solução possa obter mais sucesso entre as empresas ligadas às áreas do consumo, da construção, da distribuição e financeira. Numa campanha de lançamento do produto que se prolongará por cerca de uma ano, a responsável da J.D. Edwards acredita que durante os primeiros três meses da mesma a solução seja adoptada por 15 empresas, num mercado potencial de 1.000.



Notícias Relacionadas:

2002-10-31 - Nova visão estratégica da IBM aposta na informática como serviço

2002-06-04 - Empresas portuguesas não apostam no eBusiness

2002-04-03 - Menos investimento empresarial em tecnologias de eBusiness para 2002

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.