(Actualizada) A JP Sá Couto já terá feito chegar ao Ministério da Educação a sua resposta ao concurso que visa o fornecimento dos novos computadores portáteis do programa e-escolinha.

"A JP Sá Couto concorreu" e "elaborou uma proposta dentro do preço do concurso e com soluções técnicas adequadas", disse fonte da empresa de Matosinhos à Lusa.

A mesma fonte acrescentou que a assembladora espera "serenamente" pelo resultado final deste concurso, "acreditando, tal como acontece noutros países, que a sua solução é a melhor para educação".

Por sua vez, e sem revelar pormenores, a HP chegou a confirmar à Lusa o seu interesse no concurso, interesse esse que entretanto não se materializou.

Citado pela agência de notícias, o responsável comercial da área de computação pessoal da HP, Manuel Correia, disse esta tarde que a empresa chegou a ter a proposta praticamente pronta, "mas por razões financeiras não avançámos".

Recorde-se que o prazo para entrega de propostas no concurso público internacional que visa o fornecimento dos sucessores do Magalhães no programa e-escolinha termina esta sexta-feira, 12 de Março.

O período de participação, que estava inicialmente previsto para terminar a 23 de Fevereiro, tinha sido prolongado há 15 dias atrás, com o Ministério da Educação a justificar-se com os pedidos de esclarecimento recebidos e com as dúvidas levantadas pelos concorrentes.

Lançado na primeira quinzena de Janeiro, o concurso prevê um investimento de 50 milhões de euros por parte do Governo que contemplam a compra de 250 mil portáteis para os alunos do 1.º ciclo do ensino básico e a assistência técnica por três anos.

Acer, Asus, Dell, Toshiba e Samsung fizeram parte, a par da HP e da J.P. Sá Couto, do grupo de empresas que inicialmente se mostraram interessadas em fornecer os computadores para o programa.

A Toshiba desistiu entretanto, alegando que o valor fixado por equipamento era insuficiente para suportar a sua aquisição, instalação e manutenção. As restantes fabricantes não confirmaram se concretizaram esse interesse inicial numa proposta.

Nota de Redacção: A notícia foi actualizada com informação sobre a desistência da HP.
[12-03-2O10 14:35] O prazo limite para participação no concurso foi inicialmente divulgado de forma errada pelo gabinete de imprensa do Ministério da Educação. O concurso encerrou a 8 de Março, tendo a abertura de propostas ocorrido no dia seguinte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.