Linus Torvalds e a sua equipa anunciaram finalmente a conclusão do Linux 2.6.23. Entre as novidades encontra-se a integração de um Completely Fair Scheduler (CFS), um novo controlador de processos, bem como novos controladores de máquinas virtuais para para-virtualização de Linux em Linux e suporte para guest em ambiente Xen.

Segundo Linus, a demora não se ficou a dever a nenhum problema específico, mas antes a um sem número de pequenos bugs que foram atrasando cada vez mais as prioridades da equipa.

Linus referiu ainda que, para além das grandes novidades, a maior parte das revisões ao código não ultrapassou as duas linhas, com alguns drivers, máquinas virtuais e controladores de rede a exigirem mais trabalho.

A surpresa mais inesperada foi a inclusão da implementação de MAC (Mandatory Access Control), SELinux, deixando para trás a noção de módulos imposta pelo Linux Security Models (LSM). Esta questão já tinha levado a algumas trocas de ideias mais acesas entre Torvalds e a comunidade de segurança e levou mesmo Linus a dizer que o LSM iria continuar no Kernel.

Notícias Relacionadas:

2007-01-04 - IDC diz que 22% das organizações portuguesas usam sistemas Linux

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.