Filipe Quinaz, Luciana Alegre, Pedro Querido e Pedro Quinaz são os quatros elementos que compõe a The Dians, equipa portuguesa que em julho vai estar em Seattle, nos EUA, na final mundial da Imagine Cup.



O projeto Nuada, uma luva inteligente, valeu-lhes o primeiro lugar na competição nacional na categoria cidadania e garantiu acesso à competição internacional, onde vão participar mais 34 equipas.



O equipamento desenvolvido por três jovens investigadores da Universidade da Beira Interior e um outro elemento do ISCTE, está equipado com vários sensores que analisam as dificuldades que os utilizadores têm em agarrar um objeto – falta de força ou dor. Os dados são comunicados através de bluetooth para um telemóvel, podendo depois ser analisados por profissionais da saúde para ajustar a um tratamento.



A Nuada também pode ser usada por desportistas ou por pessoas de algumas categorias de profissão, que assim podem controlar o esforço que estão a fazer nas mãos. O projeto é constituído tanto por hardware, como por software.





A equipa portuguesa vai competir na categoria de cidadania mundial na Imagine Cup 2014, uma competição que no ano passado foi vencido por Ana Ferraz, uma portuguesa que desenvolveu um detetor low-cost e portátil do tipo sanguíneo das pessoas.



Os leitores podem consultar a lista divulgada ontem pela Microsoft, promotora principal da Imagine Cup, onde constam todos os projetos que vão estar a concurso. Existem mais duas categorias a concurso - jogos e inovação.



Nota de redação: artigo atualizado com o vídeo do Nuada e informação sobre os estabelecimentos de ensino que os investigadores frequentam


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.