As vendas mundiais de processadores aumentaram no segundo trimestre do ano 3,6 por cento, no que se refere ao número de unidades vendidas e 6,2 por cento relativamente ao volume de facturação, comparando com os três meses anteriores.



Na comparação com o mesmo período do ano passado, os valores obtidos para o segundo trimestre também representam um crescimento, respectivamente, de 1,6 e 2,8 por cento.



O aumento nas receitas resultantes da venda de processadores explica-se, segundo a IDC, pela crescente procura de chips de gama alta. Em termos gerais, também aumentaram as vendas de processadores para telemóveis e servidores, diz a IDC.



A performance destes segmentos foi bastante diferente da que resultou das vendas de processadores para desktop. Aí as unidades vendidas caíram 0,1 por cento, contra um crescimento de 6,5 por cento registado no segmento dos processadores móveis, ou de 6,1 por cento nos processadores para servidores.



Por fabricantes, a Intel continua a dominar o mercado e até reforçou quota face aos mesmos três meses do ano passado, controlando agora 80,7 por cento do mercado. A AMD surge na segunda posição com apenas 19 por cento de quota.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.