O habitual boletim mensal da Microsoft, previsto para a próxima terça feira, vai incluir uma dezena de patches, adiantou a empresas numa informação publicada no seu site de segurança. Os códigos de correcção destinam-se a utilizadores do Windows mas também do Office e algumas das vulnerabilidades corrigidas são consideradas críticas.

Como é já costume neste pré-aviso, a Microsoft não revela ainda muitos detalhes sobre as vulnerabilidades nem as aplicações concretas atingidas. Estes pormenores só serão revelados na terça-feira ao público em geral, embora os Governos com acordos de segurança especiais e as grandes empresas tenham os dados com maior antecipação.




Ao todo serão divulgados dez boletins de segurança para o Windows, cujo nível máximo é Crítico, sendo que alguns destes patches vão exigir um restart do computador. Para o Office estão previstas duas correcções, sendo pelo menos uma delas crítica.

Será ainda publicada uma nova versão do Windows Malicious Software Removal Tool através do Windows Update, Microsoft Update, Windows Server Update Services e do Download Center. A Microsoft avisa porém que esta ferramenta não será distribuída através do Software Update Services.

Estes dados agora divulgados pode ainda ser alterados até terça-feira, mas colocam já os utilizadores e administradores de sistemas de sobreaviso. Na próxima quarta feira realiza-se um webcast para detalhar a informação.

Recorde-se que em Junho o pacote mensal de correcções continha 21 patches, 8 dos quais para vulnerabilidades críticas, sendo um dos mais importantes dos últimos meses.

Notícias Relacionadas:

2006-07-26 - Duas falhas de segurança no Windows ameaçam dar o mote para novos vírus

2006-07-07 - Boletim de segurança da Microsoft para Julho corrige 7 falhas de segurança

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.