Ray Ozzie, Chief Software Architec da Microsoft, e sucessor de Bill Gates quando este deixar a empresa em 2008, anunciou que os web services estão na base da aposta da empresa para a próxima era, uma posição que já havia sido defendida anteriormente pelo actual presidente da empresa.



O mesmo responsável referiu durante a conferência anual com analistas que "não se trata de substituir o software mas sim complementá-lo através de serviços baseados na Internet", reconhecendo que o PC já não é o centro da estratégia da empresa.



No fundo a estratégia da Microsoft é ligar um largo espectro de dispositivos em rede de modo a permitir que os utilizadores possam desfrutar da mesma informação e entretenimento não só no computador como nos telemóveis, televisão e consolas.



Com esta oportunidade a Microsoft pretende maximizar as receitas da empresa ganhando novas ferramentas para concorrer com empresas como a Google e a Yahoo.



O Windows Live e a já anunciada linha de leitores digitais Zune são alguns dos exemplos da nova estratégia da Microsoft já que permitem aos utilizadores acederem a diversos serviços tendo a Internet como base.

Notícias Relacionadas:

2006-07-12 - Windows Live com 20 serviços online até final do ano

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.