A Microsoft superou as estimativas que havia definido quanto às vendas do leitor de MP3 Zune. De acordo com as contas da empresa já foi vendido um milhão de unidades do dispositivo digital desde o seu lançamento - em Novembro do ano passado -, uma marca que a fabricante tinha estipulado só para o próximo mês.




Em declarações ao San Francisco Chronicle, Robbie Bach, presidente da unidade de entretenimento da Microsoft, referiu que actualmente a empresa já detém 10 por cento da quota de mercado de reprodutores de música com disco duro.




Tendo em conta os dados avançados pela fabricante norte-americana, os resultados atingidos já superaram a média da Apple que em 14 meses vendeu 600 mil iPods. No entanto, há que ter em conta que números da empresa de Steve Jobs foram alcançados numa altura em que o mercado ainda apresentava algum desconhecimento quanto às capacidades dos reprodutores digitais portáteis.




Desta forma, e trazendo os resultados de ambas as empresas para a actualidade, a Microsoft vendeu um milhão de equipamentos numa altura em que a Apple já comercializou 100 milhões de dispositivos da gama iPod.




Em Janeiro deste ano, a Current Analysis publicou alguns dados onde referia que a Apple era responsável por 64 por cento das vendas de equipamentos de áudio digitais, seguida da Sandisk com 22 por cento e da Microsoft com 3 pontos percentuais.




Os analistas avançavam que o mercado de MP3 iria continuar a crescer nos Estados Unidos onde se estima que em 2010 as receitas provenientes da venda de música online cheguem aos 10,7 mil milhões de dólares.




Notícias Relacionadas:

2007-04-10 - Sandisk e Yahoo juntam-se na criação de serviços para leitor de MP3

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.