Os problemas de segurança que têm afectado os produtos da Microsoft não são novidade para os seus utilizadores que, nos últimos tempos, têm sido notificados de várias falhas presentes em algumas das aplicações mais populares da empresa.


O Windows Vista não é excepção e, para que o sistema operativo saia no inicio do próximo ano sem qualquer tipo de falha, a Microsoft disponibilizou ontem uma versão de testes do produto que será experimentado por 3 mil hackers ou, como a software house prefere chamar "especialistas em segurança informática", convidados pela empresa.


Desta forma, a Microsoft pretende que o sistema operativo não apresente qualquer tipo de falha que ponha em riscos as informações pessoais dos utilizadores.


Durante a conferência Black Hat, Andrew Cushman, director de segurança da Microsoft revelou que é preciso "testar para saber" e que a empresa queria "partilhar o seu trabalho", cita a Associated Press,


Depois de ser acusada de não oferecer recursos suficientes que tornar os seus produtos mais seguros, a Microsoft apresenta agora uma nova estratégia de modo a provar que a sua estratégia mudou.


O Windows Vista é o primeiro produto da Microsoft a ser criado de raiz com base no programa de "secure development life cycle", o que representa uma nova abordagem da Microsoft no que diz respeito ao desenvolvimento de software, colocando a segurança no topo das prioridades da empresa.

Notícias Relacionadas:

2006-08-03 - FBI pede ajuda a hackers para combater cibercrime

2006-06-29 - Falha crítica no Windows merece nova correcção da Microsoft

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.