A Microsoft anunciou ontem que vai divulgar as especificações da sua tecnologia de compressão vídeo - o que permitirá a outras empresas fabricar produtos idênticos baseados na mesma tecnologia -, noticiou a Agência Reuters.

O gigante do software, que no início do ano lançou o seu mais recente standard de vídeo e áudio, o Windows Media 9, anunciou que cedeu o mesmo à Society Motion Picture and Television Engineers (SMPTE) - entidade competente nesta matéria - na passada segunda-feira para revisão do mesmo e sua posterior aprovação e divulgação, de modo a que o mesmo possa ser adoptado pelas companhias nisso interessadas.

Segundo a mesma fonte, este assunto vai ser analisado pela SMPTE na sua próxima reunião de trabalho a realizar na próxima semana, iniciando-se depois o processo de divulgação pública da tecnologia, que poderá demorar entre 6 a 12 meses.

Para Jonathan Usher, director da divisão de média digitais da Microsoft Windows, esta iniciativa assenta no facto de que "realmente queríamos [Microsoft] encontrar numa maneira de permitir que outras companhias usassem o Windows Media 9 sem nunca terem de contactar a Microsoft", adiantou à Reuters.

Com a abertura destes standards, outras firmas de software poderão criar aplicações que utilizem a a tecnologia de compressão de vídeo, embora tenham, como compensação de ter de pagar uma licença de utilização - taxa essa que o mesmo responsável considera ser de "baixo-custo".

Notícias Relacionadas:
2003-01-10 - Consórcio MPEG LA contesta licenciamento de Windows Media da Microsoft

2003-01-09 - Microsoft cria plataforma para leitores de vídeo portáteis

2002-09-05 - Versão beta do Windows Media 9 apresentada ontem

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.