O vírus Netsky.P, que surgiu no primeiro semestre de 2004, foi o vírus mais activo da Internet durante o mês de Julho, com 13,9 por cento do total de detecções, seguido pelo Mytob.AS com 11,6 por cento. A família do Mytob é de tal forma extensa e poderosa que entra com sete variantes para o top ten dos códigos maliciosos de Julho, somando 37,1 por cento das incidências, detalha um relatório da Sophos.

De acordo com a análise da empresa, o vírus não tem perdido capacidade de propagação ao longo dos meses continuando a ser uma ameaça para vários tipos de utilizadores. O worm conta já com mais de 160 variantes tornando-se no vírus que sofreu mais transformações para que não fosse detectado pelas sucessivas actualizações antivírus.

Ainda assim, Graham Cluley, consultor sénior de tecnologia na Sophos, afirma que a quantidade total de vírus a circular na Internet diminuiu. "Deve ser lembrado de que não há uma grande quantidade de vírus em circulação no momento, razão pela qual worms como o Netsky e Zafi permanecem na lista por tanto tempo", refere Cluley.

Notícias Relacionadas:
2005-07-05 - Ataques de vírus aumentam 59% face ao mesmo período de 2004

2005-05-11 - Trend Micro lança alerta de médio risco para o vírus MYTOB.ED

2005-05-04 - Sober.S tira partido de interesse no Campeonato do Mundo para infectar computadores

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.