Recuperando terreno perdido face à AMD, a Intel apresentou ontem os novos processadores Xeon de núcleo duplo para servidores, da série 5100, anteriormente conhecidos com o nome de código "Woodcrest". Os novos processadores duplicam o desempenho em relação aos actuais topos de gama da empresa para servidores ao mesmo tempo que consomem menos 40 por cento de energia, garante a empresa.

Mais de 150 fabricantes alinharam já modelos de servidores com o novo Xeon, devendo colocar mais de 200 modelos diferentes no mercado, o que representa um apoio maciço para a tecnologia. "Recuperámos a posição a que estamos habituados, de liderança incontestável", disse Tom Kilroy, vice-presidente da Intel, em conferência de imprensa.

O novo Xeon é o primeiro processador da Intel com a nova micro arquitectura desenhada para consumir menos energia nos servidores e PCs. A Intel diz que com o crescimento da base informática nas empresas a preocupação com o consumo de energia é cada vez maior, sobretudo nos grandes centros de dados.

Em comunicado a Intel afirma esperar que esta nova família de processadores de servidores seja a de mais rápido desenvolvimento na história da empresa, tendo colocado os preços entre os 209 e 851 dólares em quantidades de mil unidades, e garantindo apoio técnico entre cinco a sete anos.

A Intel garante ainda que o novo processador de núcleo duplo ultrapassou o desempenho do concorrente directo, o Opteron da AMD, em mais de 25 benchmarks diferentes.

Notícias Relacionadas:

2005-08-12 - Nova geração multicore da Intel reformula arquitecturas tradicionais

2005-04-21 - AMD comemora 30 anos do Opteron com lançamento de três modelos dual core

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.