A nova versão do pacote de produtividade Office só estará disponível no próximo ano mas a Microsoft vai dando algumas pistas sobre os diferentes "sabores" a que os utilizadores vão ter acesso. A novidade mais recente é a possibilidade de disponibilizar um Office 2010 Starter, com funcionalidades limitadas.

A ideia foi avançada no blog da equipa de desenvolvimento do Office que procura várias formas de fazer chegar o pacote de produtividade aos utilizadores com sistemas de licenciamento mais flexíveis.

Actualmente a Microsoft já tem, a par dos pacotes comerciais, uma versão especial para alunos e professores, e os novos computadores de alguns fabricantes adquiridos nas lojas contam apenas com uma versão de testes, que expira ao fim de 30 dias.

Com o novo Office 2010 a Microsoft quer experimentar uma versão limitada, mas que inclui o Word e o Excel, e que pode ser actualizada para a versão completa através de um sistema de cartão de actualização que será vendido nas lojas.

Esta é uma das formas que a empresa de Redmond está a estudar para competir com a ameaça crescente de pcotes gratuitos, como o OpenOffice e o Google Docs.

Com o Office 2010 a Microsoft vai também ter uma versão gratuita, acessivel via browser, de algumas aplicações do pacote de produtividade, que foi apresentada recentemente.

O Office Web Apps já tem uma primeira versão beta, mas acessível apenas por convite, que inclui versões das aplicações Word, Excel e PowerPoint, mas no caso do Word a versão agora disponibilizada ainda só permite visualizar documentos, não compreendendo criação e edição de texto, funcionalidades que, segundo a empresa, ainda estão a ser trabalhadas pela equipa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.