Um estudo recente mostra que a polícia francesa já conseguiu poupar 50 milhões de euros com a migração de alguns programas para alternativas open-source.

Os resultados levaram agora a que as autoridades preparem um plano de transição para software livre

A Gendarmerie Nationale decidiu começar a testar o software livre há já quatro anos e de forma gradual. Numa primeira fase instalaram o pacote OpenOffice e, aos poucos, foram apostando noutro tipo de plataformas livres de licenças.

Em 2006, migraram para Ubuntu, instalando-o em cinco mil máquinas e, actualmente, estão dispostos a adoptar o sistema operativo open-source em todos os equipamentos, chegando a 2015 com 90 mil equipamentos compostos integralmente por plataformas livres.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.