As vendas mundiais de semicondutores cresceram no passado mês de Outubro em 1,8 por cento comparativamente a Setembro, para os 12,52 mil milhões de dólares (cerca de 12,6 mil milhões de euros), de acordo com números da World Semiconductor Trade Statistics (WSTS).



Os dados da WSTS relativos a Outubro de 2002 indicam que a venda de chips, usados em dispositivos de electrónica desde computadores e telemóveis a automóveis, aumentou 19,9 por cento face a idêntico período do ano passado.



Os semicondutores para a área wireless venderam particularmente impulsionados pelas necessidades do mercado de telemóveis. As vendas de memória flash e de processadores de sinal digital aumentaram, respectivamente, 6,9 e 4,4 por cento, de acordo com a U.S. Semiconductor Industry Association (SIA) que publica os números da WSTS.



A forte produção de componentes para telemóveis na Europa ajudam a explicar o porquê do continente ter ultrapassado todos as outras regiões do mundo na venda de semicondutores.



Face a Setembro de 2002, o mercado de chips na Europa cresceu 6,2 por cento. As receitas provenientes da América aumentaram 0,5 por cento em termos mensais, enquanto na Ásia Pacífico a subida foi de um por cento. As vendas no Japão cresceram 0,8 por cento.



O aumento das vendas mensais na Ásia e nas Américas abrandou comparativamente a meses anteriores, sendo a Europa a única região onde o crescimento mensal acelerou.



Comparativamente a Outubro de 2001, as receitas aumentaram 11,7 por cento na Europa, 5,2 por cento no continente Americano, 35,1 por cento na Ásia-Pacífico e 21,4 no Japão.



Notícias Relacionadas:

2002-07-02 - Ásia ajuda ao crescimento das vendas mundiais de processadores
2002-03-05 - Vendas mundiais de processadores registam queda ligeira em Janeiro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.