A estimativa oficial continua a ser de 10 milhões de unidades produzidas até abril de 2018, mas os rumores que avançam valores bem mais ambiciosos não param.

Apenas duas semanas após a Switch ter chegado ao mercado, e depois de ter batido recordes de vendas só nas suas primeiras 48 horas, o The Wall Street Journal garantia que a Nintendo estava pronta a aumentar para 16 milhões o número de unidades produzidas durante o seu ano fiscal.

Agora, entre outros rumores, é o Financial Times que diz que a fabricante decidiu aumentar ainda mais o volume de produção da consola e que o objetivo será produzir 18 milhões de unidades até abril de 2018. Mas há quem acredite que os números poderão chegar aos 20 milhões.

 

Antes de chegar às lojas os analistas previam vendas na ordem dos 5 milhões de unidades durante o primeiro ano, dado o preço da consola e a falta de jogos disponíveis à data do lançamento. Só que surpreendentemente, a Nintendo vendeu 1,5 milhões na primeira semana e pelo menos 2,74 milhões no primeiro mês.