Depois de terem sido publicadas propostas de trabalho em que o projeto era referido, depois de ter sido nomeado nas jornadas internas da empresa e depois de ter surgido uma versão de desenvolvimento em sites de partilha de ficheiros, finalmente um executivo da Microsoft confirmou publicamente o projeto Blue.

O vice-presidente corporativo para a área da comunicação, Frank X. Shaw, fez uma publicação num dos blogues oficiais da Microsoft onde refere que vários responsáveis pelos produtos da empresa de Redmond estão a trabalhar em conjunto numa série de planos que vão permitir evoluir produtos e serviços, "um grupo de planos referido internamente como Blue".

O executivo da tecnológica norte-americana aproveitou a deixa para confirmar que o nome é apenas um código usado dentro da tecnológica e a hipótese de algum serviço ou produto vir a ganhar essa designação é nula.

Nos parágrafos seguintes Frank Shaw deu a entender que o projeto Blue quer trazer uma maior integração ao ecossistema Windows e que a atualização constante é agora uma das preocupações principais da empresa, declarações que estão em linha com as informações que têm sido reveladas até ao momento de forma não oficial.

Na BUILD 2013, a conferência de programadores da Microsoft, todos "vão poder ver o que se segue no Windows, Windows Server, Windows Azure e Visual Studio, entre outros", acrescentou o VP.

Frank Shaw destacou ainda a performance do Windows Phone que atingiu uma quota de mercado de 10% em vários mercados - que não são referidos -, que vendeu mais que o BlackBerry em 26 mercados e mais que o iPhone em sete países, e os bons resultados alcançados no Windows Azure e Windows Server 2012.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.