Abriu esta semana em Londres o novo centro nacional de ciber segurança (NSCS, na sigla, em inglês) do Reino Unido e, depois da inauguração oficial da Rainha Isabel, os responsáveis do centro convidaram as empresas do setor privado a “treinar e a colaborar” na defesa cibernética, indica a Reuters. Esta unidade foi lançada em outubro e agora ficou a conhecer o seu novo centro de operações, no centro de Londres.

A iniciativa “NSCS Industry 100” quer captar pessoas da indústria para “identificar ameaças, vulnerabilidades e desenvolver conselhos para combater ataques cibernéticos”. O diretor Ciaran Martin afirma que o Reino Unido foi alvo de 188 ataques cibernéticos só nos últimos três meses.

A Lockheed Martin foi uma das primeiras empresas a aceitar o pedido de colaboração e anunciou que vai lançar um “programa de trabalho-estudo” destinado aos estudantes que entram na universidade.

Explica a Reuters que o National Cyber Security Centre faz parte de um investimento de 1,9 mil milhões de libras, cerca de 2,23 mil milhões de euros, e tem como objetivo aumentar as defesas cibernéticas do Reino Unido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.