Em fevereiro a quota de mercado do Windows 8 voltou a crescer e permitiu que a mais recente versão do sistema operativo da Microsoft passasse a ter uma utilização mais expressiva que a versão mais atual do Mac OS da Apple. O Windows 8 fechou fevereiro em 2,67% dos computadores e o Mac OS 10.8 chegava no mesmo período a 2,61% dos desktops a nível mundial. Somando a versão RT, o Windows 8 ganha mais 0,12 pontos percentuais para os 2,79%.



No entanto, os mesmos dados da Net Applications também revelam que o ritmo de crescimento na adoção da plataforma diminuiu nos últimos três meses. Entre novembro e dezembro a utilização da plataforma cresceu 0,63 pontos percentuais, no mês seguinte avançou 0,54 pontos percentuais, já entre janeiro e fevereiro a variação foi de 0,41 pontos percentuais.



Na comparação com o Vista, os dados estatísticos também revelam que no seu quarto mês no mercado, esta versão da plataforma - uma das menos bem sucedidas da Microsoft - já chegava a 4% dos PCs a nível mundial, uma marca que o Windows 8 ainda não conseguiu atingir.



O momento económico e o baixo ritmo de vendas de novos PCs será um dos fatores com relevância na diferença de ritmo de progressão dos dois sistemas operativos, mas os especialistas apontam mais questões. A substituição dos PCs por novos dispositivos, como os tablets, ou a má recetividade à nova interface do sistema operativo serão também relevantes, como aponta o ComputerWorld.



Os números da Net Applications mostram ainda que o Windows XP continua a ter uma utilização muito expressiva junto de quem escolhe Windows, correndo em 38,9% dos PCs. O Windows 7 garante uma taxa de penetração de 44,55%. O Vista fica-se pelos 5,17%.

[caption]quota - sistemas operativos[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.